Tratamento para Câncer de Pele

A incidência dessa doença tem avançado muito nos últimos anos. Geralmente, essa condição é ocasionada pela exposição excessiva ao sol. Somente no Brasil, 25% dos casos diagnosticados da doença foram motivados por essa razão. Existem variações nos tipos de câncer de pele. Os mais comuns são os carcinomas (carcinoma basocelular e carcinoma epidermoide). Esses ocorrem com maior incidência, entretanto são de menor gravidade. Já os melanomas que, apesar de menos frequentes, são mais graves por causa do risco de metástases.

Para tratar esses transtornos é recomendado a retirada cirúrgica da lesão e do tecido ao redor. Outros recursos terapêuticos são a quimioterapia (tratamento à base de substâncias químicas que destrói a célula doente) e radioterapia (tratamento que utiliza a radiação para eliminar as células tumorais) adotados nos casos mais graves da enfermidade.