Post

Meu bumbum caiu, e agora? Aprenda como empinar e tonificar a região

By 24 de julho de 2020 No Comments

Saiba os segredos para acabar com as celulites e deixar seu bumbum empinado. Como? Quatro especialistas contam!

meu bumbum caiu

Um dos maiores incômodos que muita gente tem em relação ao corpo é a flacidez e as celulites do bumbum. Por mais que tentem se livrar dos furinhos indesejados, do arrefecimento da pele e das gordurinhas localizadas, eles estão ali, perturbando e sem “dar adeus”.

Pensando nessas queixas e no relaxamento da quarentena em relação às atividades físicas, idas às clínicas de estética e a alimentação irregular, a coluna Claudia Meireles conversou com quatro especialistas para entender como se livrar dos problemas que afetam os glúteos e como deixar a área mais tonificada, durinha e lisinha.

Confira, a seguir, os conselhos para melhorar a região “de todos os ângulos”:

Sob o olhar da dermatologia

Segundo a dermatologista Luanna Caires Portela, as atividades físicas e uma boa alimentação são fundamentais para a saúde da região. Para ela, deve-se evitar o consumo de carboidratos de alto índice glicêmico, pois eles destroem o colágeno e, consequentemente, acarretam na flacidez.

Luanna explica que, na dermatologia, existem diversos procedimentos voltados para o aumento da firmeza da pele, entre eles os bioestimuladores de colágeno. “A partir dos 25 anos e até os 30 anos, começa a redução da produção de colágeno no corpo e, por volta dos 35 ou 40 anos, há uma destruição desse colágeno. Portanto, a pele fica mais flácida”, diz.

As principais injeções de bioestimuladores, de acordo com a especialista, possuem Ácido Poli L Lático, presente no tratamento Sculptra, e Hidroxiapatita de Cálcio, mais conhecida como Radiesse. “Eles são injetados a cada 30 ou 60 dias, em uma média de três a cinco sessões, dependendo da flacidez do paciente”, aponta. “Eles estimulam a produção de colágeno, mas também são usados para tratar depressões e irregularidades da pele, como as celulites”, complementa.

celulite

Segundo a dermatologista Luanna Caires Portela, as atividades físicas e uma boa alimentação são fundamentais para a saúde da região. Para ela, deve-se evitar o consumo de carboidratos de alto índice glicêmico, pois eles destroem o colágeno e, consequentemente, acarretam na flacidez.

Luanna explica que, na dermatologia, existem diversos procedimentos voltados para o aumento da firmeza da pele, entre eles os bioestimuladores de colágeno. “A partir dos 25 anos e até os 30 anos, começa a redução da produção de colágeno no corpo e, por volta dos 35 ou 40 anos, há uma destruição desse colágeno. Portanto, a pele fica mais flácida”, diz.

As principais injeções de bioestimuladores, de acordo com a especialista, possuem Ácido Poli L Lático, presente no tratamento Sculptra, e Hidroxiapatita de Cálcio, mais conhecida como Radiesse. “Eles são injetados a cada 30 ou 60 dias, em uma média de três a cinco sessões, dependendo da flacidez do paciente”, aponta. “Eles estimulam a produção de colágeno, mas também são usados para tratar depressões e irregularidades da pele, como as celulites”, complementa.

foto

Hidratantes corporais são excelentes aliados, segundo a médica. “Eles melhoram a qualidade da pele e deixam-na mais homogênea e hidratada”, conta. Porém, em casos de celulite grau 2 ou 3, ou flacidez instalada, a pessoa necessita de outros procedimentos mais invasivos ou tecnologias, como o laser, para resultados mais efetivos.

“O envelhecimento é um processo contínuo. Esses tratamentos precisam ter regularidade”, finaliza.

Sob o olhar da nutrição

O nutricionista Clayton Camargos também defende a combinação dual de dieta equilibrada e exercícios físicos tensionais, sobretudo a musculação. Além disso, ele adverte que açúcares e farinhas brancas, bem como sódio, gorduras saturadas, alimentos industrializados e ultraprocessados precisam ser reduzidos drasticamente, “por razão da sua potencial atividade inflamatória que favorece a regionalização adiposa e a celulite”.

4

Para o profissional, não existem alimentos que auxiliem unidirecionalmente na saúde dos glúteos. Portanto, o segredo é ingressar em uma rotina alimentar saudável com equilíbrio entre macro e micronutrientes para evitar sobrepeso, obesidade, além da celulite e da gordura da região glútea.

Ingerir suplementos de proteína, como o whey protein, favorece na saúde e na aparência da superfície dos glúteos? O nutricionista responde: “Se o indivíduo realiza exercícios físicos regulares e em intensidades que demandem recursos de suporte que não conseguem ser obtidos por intermédio da alimentação, os suplementos de proteína do soro do leite, como whey protein, podem ser bem-vindos”, diz.

5

Whey protein

Todavia, ele ressalta que não há evidências científicas fortes que demonstrem associação ou causalidade entre a ingestão desse tipo de proteína, ou de outros suplementos nutricionais, e a melhora da qualidade ou textura músculo tecidual dos glúteos.

Sob o olhar da estética

Celulites podem desaparecer? “Sim, mas vai depender do grau e causa da celulite, porém, o tratamento é contínuo e inclui, além da tecnologia, boa alimentação e atividade física”, garante Priscilla Baracat, fundadora da Clínica INTI Estética e Bem Estar. De acordo com a consultora de estética, para um tratamento eficaz, é necessária uma avaliação personalizada e completa de cada paciente.

Os tratamentos mais eficazes para a celulite, orienta, são os que têm base em radiofrequência, LED, ondas de choque e vácuo (na medida correta), como o Vela Shape II, Legacy, e o X-Wave, complementados por drenagem linfática manual ou com o Cellutec.

6

O Scuptra também é recomendado pela especialista, se “alternado com aparelhos que contenham radiofrequência, como o Exilis”. Ela afirma que eles melhoram a flacidez e deixam o bumbum mais modelado e empinado.

“Para melhorar a aparência da celulite, o X-Wave com a ozonioterapia é uma ótima opção também”, revela.

Sob o olhar da educação física

A personal trainer Vivi Mascarenhas reafirma todas as sugestões dadas pelos outros profissionais que envolvem a importância das atividades físicas para a saúde e a aparência dos glúteos.

“O fortalecimento dos glúteos vai muito além da estética. Glúteos fortalecidos são fundamentais para a estabilização pélvica e da coluna vertebral”, pondera.

Para malhar a região, a professora indica o agachamento, afundo e o leg press, usando “sempre a maior amplitude do movimento possível e com intensidade, ou seja, carga”. Contudo, ela lembra que não dá para isolar a área nesses exercícios. “Inevitavelmente, o quadríceps também vai trabalhar”, aponta.

7

Vivi ensina que o descanso faz parte do treino. “Sempre sugiro dois treinos por semana de membros inferiores: um com ênfase em quadríceps e outro com ênfase em glúteos e posterior de coxa”, declara.

Por fim, ela leva em consideração os exercícios de curta duração, além dos aeróbicos e treinos metabólicos, para melhorar a circulação.

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram.

MUSCULAÇÃO, TRATAMENTO, CLAYTON CAMARGOS, GLÚTEOS, DERMATOLOGISTA CELULITE, BUMBUM, INTI ESTÉTICA, NUTRICIONISTA, PERSONAL TRAINER, COLUNA SOCIAL

Fonte: https://www.metropoles.com/colunas-blogs/claudia-meireles/meu-bumbum-caiu-e-agora-aprenda-como-empinar-e-tonificar-a-regiao

Leave a Reply

Open chat